Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Direção de escola é afastada após denúncia de abuso contra aluno em Gravataí


Menino de cinco anos pode ter molestado por estudante mais velho em instituição municipal

A Prefeitura de Gravataí decidiu afastar a direção e abrir uma sindicância para apurar supostos abusos cometidos contra um aluno na Escola Municipal de Ensino Fundamental Bárbara Maix. Segundo a assessoria da administração municipal, a Secretaria Municipal da Educação (Smed) recebeu, na última semana, a denúncia dos pais de um menino de cinco anos, que alegou ter sido molestado por um estudante mais velho, de cerca de 13 anos.
 
O adolescente, porém, negou ter cometido a ação e decidiu permanecer no colégio. A família da criança registrou ocorrência policial, procurou o Conselho Tutelar e o Ministério Público. O menino, que conforme os parentes também foi vítima de suposto bullying e agressões por parte de colegas, passou por exame de corpo de delito.
 
Conforme a prefeitura, nesta semana, a professora do menino, durante a aula de educação física, o deixou de castigo em razão de mau comportamento. O fato foi registrado em vídeo por uma funcionária, que divulgou as imagens à imprensa.
 
Com a repercussão, a comunidade realizou protesto em frente à escola nesta quinta-feira, o que levou à suspensão das aulas. A professora solicitou transferência para outra instituição.
 
A Smed decidiu afastar as três diretoras da escola e encaminhar, já nesta sexta-feira, quando serão retomadas as aulas, uma comissão pedagógica para assumir o comando interino da instituição. A Procuradoria-Geral do Município (PGM) vai conduzir a sindicância, cujo prazo para conclusão é de 60 dias.



Fonte: Camila Kila/Rádio Guaíba

sexta-feira, 11 de abril de 2014

RS: homem é agredido por 'justiceiros' após roubar mulher


Um homem foi agredido por um grupo de "justiceiros" após ter roubado uma mulher em um bairro de Porto Alegre (RS) na noite de terça-feira. De acordo com a Brigada Militar, o caso ocorreu na rua Sarmento Leite, no bairro Cidade Baixa. 
Segundo a polícia, o homem foi espacado por um grupo de pessoas após ter assaltado a mulher por volta das 19h20. Ele foi socorrido ao Hospital de Pronto-Socorro e liberado, já que a vítima do roubo não registrou ocorrência. Ninguém foi detido pela agressão. 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Novos desenhos de Thallyson Klein para o Gaucho Negro RLSH, Protetora Pet e Defensor... em Breve as hqs...

Lembrando que o garotinho tem apenas 11 anos... Um jovem talento...



GRUPO DE JOVENS CRIA LIGA DA JUSTIÇA PARA ATUAR EM PROJETOS SOCIAIS



CHAMANDO SUPERAMIGOS! CHAMANDO SUPERAMIGOS!
Eis que surge a Liga da Justiça em mais uma super missão: BatmanSupermanMulher MaravilhaShazamLanterna VerdeFlashHomem aranha... 
Homem Aranha?
Ei espere aí! Tem alguma coisa errada aqui! O que o Homem Aranha de outra editora estaria fazendo entre os integrantes da Liga?
Na realidade esta é uma Liga da Justiça diferente que existe no mundo real e prova que não existem barreiras entre os universos e editoras para se fazer o bem.  Mas quem são eles? O que fazem? 


É um grupo de jovens de Belo Horizonte que se reuniu e criou o Projeto Social Liga da Justiça com o nobre ideal de ajudar o próximo através de trabalhos e ações sociais, porém com um detalhe: Todos os seus integrantes vestem-se como Super-Heróis.  

Eles participam de varias “missões”. Visitam hospitais, asilos, creches, arrecadam alimentos para pessoas carentes, incentivam a doação de sangue dentre outras.

Até o presente momento o grupo já  conseguiu os seguintes resultados:

Hospital Militar 11.10.13 Santa Casa BH 12.10.13 Hospital Infantil João Paulo II 12.10.13 Festa da Crianças no Hospital Militar 16.10.13 Liga da Justiça Vai à Rádio Aspra Pedir Doações 06.11.13 Visita o Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus 09.11.13 Lar da Vovó 23.11.13 Festa de Natal da APAE/BH 07.12.13 Arrecadação de roupas na corrida Circuito do Fogo 08.12.13 Doações de roupas no Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus 22.12.13 Doações de roupas e brinquedos à Creche Tia Dolores 27.12.13 Doação de 5.000 Fraldas ao Hospital Infantil João Paulo II 29.12.13 Arrecadação de roupas na corrida da SINTRACC (Contagem) 26.01.13 Doação de Roupas ao Hospital João Paulo II 08.02.14 Doação à Brinquedoteca “Estação da Alegria” 22.02.14 Doação ao Hospital João Paulo II 18.01.14 Doação de Sangue no Hemominas 08.02.14 Doação de Roupas ao Hospital João Paulo II 08.02.14 Liga da Justiça, Loja Maçônica Acadêmica Libertas Homini, e ARPA Fazem Doação aos orfanatos LARMENA e LAR DE MARIA (Cons. Lafaiete) 16.02.14 Liga da Justiça no Carnaval da APAE 22.02.14

O mentor da ideia de criar uma Liga da Justiça para atuar em projetos sociais foi o mineiro nascido em Divinópolis Daniel Xavier da Silva Bernardo ou Daniel Bernhard como ele também é conhecido. O Bernhard foi inspirado no kickboxer Daniel Bernhardt que atuou na série Mortal Kombat nos anos 90.
Daniel exibe o encadernado Justiça de Alex Ross durante uma entrevista à  uma rádio para mostrar sua inspiração.

Desde cedo Daniel sempre se preocupou em ajudar o próximo. Aos 18 anos tornou-se doador de sangue. Pouco tempo depois passou a participar de um grupo liderado pelo Dr. Richardson Miranda Machado que é Professor Doutor adjunto na Universidade Federal de São João del-Rei. Este grupo visitava residências com o intuito de arrecadar doações às instituições filantrópicas ou pessoas carentes.
Posteriormente quando mudou-se para Belo Horizonte conheceu uma colega de classe em um pré vestibular que fazia um trabalho de distribuição de pão, leite e café para moradores de rua e pessoas carentes. Daniel passou a participar do grupo. No entanto, como era um trabalho arriscado por ser feito durante o período noturno e ainda não era tão eficiente, acabou saindo. 
Até que no ano de 2001 Daniel conheceu Luiz Fernando Leão que desde o ano de 2007  corria fantasiado de Batman na famosa Volta Internacional da Pampulha, evento que ocorre todo ano em Belo Horizonte (MG), desde 1999. O nome foi dado devido ao percurso da prova que tem como trajeto o contorno da Lagoa da Pampulha, um dos pontos turísticos da cidade.
Luiz Fernando convidou Daniel para participar da corrida que aceitou e escolheu Shazam(antes chamado de Capitão Marvel) para se fantasiar pois era seu herói de infância. Além da facilidade de se confeccionar o uniforme. Porém Daniel resolveu chamar mais pessoas para participar da prova com eles. E aí surgiu Eduardo Carvalho que apesar de gostar mais doBatman personificou o Superman em homenagem a seu filho que adora o Homem de Aço.

Tal fato chegou até a ser noticiado pelo portal da Globo através do globoesporte.com .
No ano seguinte a militar Verusa Almeida juntou-se ao grupo como a Robin. Pronto. Estava formada a Liga da Justiça
Já com o grupo formado Daniel teve uma ideia. O jovem é fã do ativista Patch Adams fundador do Instituto Gesundheit em 1971 e mentor da ideia de fantasiar-se de palhaço para visitar os hospitais como forma de tratamento de doentes através do riso.
Atualmente  sua trupe de palhaços viaja pelo mundo espalhando alegria em áreas críticas aonde há  guerra, pobreza e epidemia. Inspirado nesse trabalho Daniel propôs a "sua Liga " um trabalho similar ao de Adams só que fantasiado de Super-Heróis
Os Super-Heróis já se provaram eficazes no auxílio do tratamento de crianças com câncer conforme uma matéria que fiz o ano passado e você pode ler clicando aqui.
Mas devido a compromissos de alguns membros o projeto de Daniel teve de ser adiado. Até que finamente no ano de 2013 foi possível criar o projeto, mesmo com a dificuldade de conciliar certos fatores como o horário, o trabalho e a distância dos membros. 
Segundo Daniel "É por isso que é bom ter várias pessoas no grupo. Quando um não pode, outros podem. Até hoje nunca conseguimos reunir todos numa mesma missão."
Por isso o jovem acha importante divulgar que está sempre em busca de novos membros e todos os que quiserem se juntar a eles serão bem vindos.
Uma das membros mais recentes é a advogada Ivea Vinhal que ele conheceu na acadêmia aonde treina Taekwondo.
Um dia quando estava explicando aos colegas de treino do que se tratava o  Projeto Social Liga da Justiça,  Ivea  ouviu a conversa e resolveu também contar sua história.
Ela era sobrevivente do câncer. Durante seu período de internamento fez uma promessa de que se fosse curada iria se dedicar a levar conforto aos pacientes nos hospitais. 
Daniel  perguntou se ela já havia cumprido a promessa e a resposta foi negativa. Então ele tornou a perguntar o que ela estava esperando. Ivea entrou na Liga na mesma hora e passou a atuar como a Mulher Maravilha.

Para se ter uma ideia da seriedade que Daniel leva este trabalho ele já chegou a se desentender com alguns membros da equipe que começaram a levantar questões sobre patrocínio, dinheiro, cobrar para fazer eventos dentre outras. Ele cortou as idéias logo no início. Segundo suas própria palavras: 

"Nosso caminho deve ser difícil mesmo. Sem muito apoio evitando vínculos sejam políticos, institucionais, religiosos, comerciais e outros. Tive uma infância miserável mas fui inspirado pelos grandes Heróis. Acredito que deve haver luta e que as dificuldades fazem parte do pacote sem muitos atalhos para os caminhos fáceis. Minha maior participação na Liga parece ser aquela que Jor-El diz a Kal: "Você os guiará!"."  Diz o jovem citando a frase que Jor-El diz ao filho Kal (futuro Superman).

E quando algum dos membros se desanima ou Daniel percebe que ele está encontrando dificuldades para prosseguir ele mesmo diz:

"Você é uma das pessoas mais capazes que conheço, mas alguma coisa tirou seu entusiasmo. Vou te ajudar, mas não se esqueça que Você está a frente nessa grande missão!"

O mesmo deve valer para qualquer pessoa que pretende de alguma forma ajudar o próximo e encontra obstáculos. O mesmo deve valer para você que está lendo esta matéria e se sentiu entusiasmado e não sabe por onde começar.

Que tal compartilhar esta matéria com o maior número de pessoas possíveis e assim plantar a semente do voluntariado e despertar em alguém a vontade de ajudar seu semelhante.

Clicando aqui você pode pesquisar programas voluntários por todo país. Pesquise. Quem sabe você pode se identificar com alguma causa ou instituição tornando-se também um voluntário.
A iniciativa de vestir-se de Super-Herói para trabalhos beneficentes já existe em outras cidades como no interior paulista na cidade de Piracicaba, a famosa terra da pamonha. 
Segundo Adriana Tayar a idealizadora do projeto:

"Serão heróis de todos os segmentos, para que todas as crianças se identifiquem e se abram para a ajuda dos personagens".

Adriana assumirá o papel de Mulher Maravilha e  o projeto visa auxiliar o tratamento das crianças do Centro de Oncologia (Ceon) do Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC) de Piracicaba.

O grupo é bem diversificado e entre eles existem todos os tipos de profissionais desde fotógrafo, comerciante, publicitário até um professor de Kung Fu que interpretará o Homem-Aranha.  Para saber com quais personagens cada um se identificava melhor todos passaram por uma entrevista com  psicólogos que os direcionaram a escolha mais adequada.
Os voluntários chegaram até a gravar um vídeo de divulgação do projeto
Adriana que teve problemas de câncer na família resolveu criar um projeto que pudesse ajudar oCeon. Após ver a iniciativa dos limpadores de janela que se vestem de Super-Heróis (que você também pode ver aqui) resolveu através do Facebook procurar voluntários. E assim se formou oSuper-Grupo.
E quanto ao Homem-Aranha na Liga da Justiça do Daniel?
No início Daniel não gostava a ideia, mas o advogado Antônio Caldeira insistia que queria ser o personagem. Após a aprovação Daniel acabou descobrindo o motivo. Antônio é muito tímido mas com a máscara se torna  outra pessoa. Sobe nas paredes, pula, pega as crianças, rola no chão. E o melhor de tudo, passa uma energia muito positiva às pessoas tanto para crianças quanto para os adultos. Ele abraça as pessoas e diz coisas em seus ouvidos do tipo "Em nome de Nosso SenhorJesus Cristo você vai sair dessa, cara!".
Já Daniel não é tão desinibido. Apenas dá um aperto de mão e diz uma frase como disse a um garoto portador de leucemia no dia das crianças no ano de 2012 (foto) "É só uma fase, faz parte da vida e no ano que vem, quando voltarmos aqui você não estará mais entre os pacientes, mas fará parte da Liga"

Os membros atuais da Liga de Daniel são: 

Daniel Xavier - Shazam
Luiz Fernando Leão - Batman

Eduardo Carvalho - Superman


Gilzélia Gomes - Mulher Gato


Ivea Vinhal - Mulher Maravilha


Antonio Caldeira - Homem Aranha


Erica D'Paila - Mulher Gavião


Luciana Nery - Batgirl

Jessica Lima - Flash/Jesse Chambers


Marlene Coelho - Lanterna Verde


Verusa Daniele - Robin


Vanessa Verdi - Supergirl



Para entrar em contato, trocar ideias e receber as atualizações do Projeto Social Liga da Justiça eles possuem uma página no Facebook onde além de informar as próximas missões postam notícias sobre outros grupos e pessoas que também utilizam Super-Heróis com fim social.

E agora que tal espalharmos esta Super-Iniciativa por todo o país!
PARA O ALTO E AVANTE!