Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Resposta ás criticas sofridas pelos personagens do Esquadrão Progresso

Nos próximos dias, nós do coletivo Inova HQ estaremos lançando as primeiras onze páginas da Saga "Quando a Paz se torna uma Lembrança", a primeira história do Esquadrão Progresso. Nas primeiras páginas é narrado como o Gaucho Negro RLSH e a heroína angelical Celeste começam juntos essa jornada. Por conta disso em nossas divulgações pelo facebook e whatsapp temos recebido algumas ressalvas e até algumas  criticas mais pesadas sobre a "falta de originalidade" dos personagens. Principalmente sobre o GN. Na criação de um personagem de quadrinhos muita coisa tem de ser levada em conta. Originalidade é uma delas. Mas no contexto em que vivemos hoje, criar algo Original é de extrema dificuldade. TUDO já foi feito. Então é inevitável haverem pontos em comum entre personagens. Semelhanças de visual, nome ou história, que não impedem os mesmos de fazerem sucesso. E nem mesmo configuram plágio. Vou citar alguns na história: Black Bat, Batman, Superman, Capitão Marvel, Flash, Mercurio, Pantera e Pantera Negra.

Começando pelo Batman e o Gaucho Negro RLSH, que é o "homem morcego" brazuca. O Batman da Gloriosa DC Comics na verdade é o terceiro homem morcego da história. Antes dele houveram dois. 

O Batman de Frank Foster de 1932.




Para saber mais: http://www.originalbatman.com/


Em 1933 surgiu The Black Bat, publicado no Brasil agora pela Mythos como O Morcego Negro. Criado por Murray Leinster. 





Ou seja: o nosso amado Morcegão da DC Comics, que surgiu criado por Bob Kane e Bill Finger somente em 1939, é o mais conhecido, um ícone da cultura pop, mas no quesito originalidade peca, pois é somente o terceiro homem morcego da história. Mas nem por isso foi considerado plágio. As histórias dos 3 personagens são diferentes. Em comum só a justiça.



Outros personagens tem abordagens, poderes e visuais semelhantes no mundo das hqs. 

Superman e Capitão Marvel. Houve inclusive processo da DC Comics contra o Fawcett Comics, que perdeu a causa e o Capitão Marvel, teve seus direitos anexados a Dc. Hoje o personagem se chama Shazam.






Flash e Mercúrio. 








Pantera e Pantera Negra







Quem é o Gaucho Negro RLSH e porque ele tem o direito de ostentar o símbolo do Morcego!

Acredito que muitos não sabem, mas de todos os personagens acima o GN é o único que é baseado numa pessoa real. Isso mesmo. O Homem Morcego brasileiro existiu na vida real. No inicio dos anos 2000 surgiu no mundo um movimento social chamado Real Life Super Heroes. Composto de Ativistas sociais fantasiados que prestavam serviço voluntário com suas fantasias e personagens especificamente criados para tal fim.

Eis alguns:  


Eles alimentavam moradores de rua, combatiam pequenos crimes, arrecadavam alimentos, roupas e remédios para os necessitados e vitimas de desastres naturais, etc.

Para saber mais:  http://reallifesuperheroes.com/
https://en.wikipedia.org/wiki/Real-life_superhero

O Gaucho Negro RLSH foi o primeiro brasileiro a fazer parte deste movimento em dezembro de 2009. De la para cá, fez patrulhas voluntárias atendendo acidentes de transito, prestando primeiros socorros, impedindo assaltos e estupros, arrecadando alimentos, brinquedos, roupas e outras ajudas para pessoas carentes. Também incluiu seus filhos no projeto, onde nasceram os rlsh's Protetora Pet, Defensor e o mascote da turma, o cãozinho Romeu. Por problemas de saúde e devido a várias contusões o GN encerrou oficialmente a carreira de vigilante voluntário em 2015.









Inspirados neste movimento, em 2010 eu e o desenhista e quadrinhista e integrante do Dínamo HQ  Rogério de Souza criamos as versões cartoon dos personagens rlsh's, numa coleção de oito hqs curtas que foram distribuídas para alunos de escolas com a intenção de plantar bons valores nas crianças. Duas edições contaram com a arte de Anderson Marques Ferreira (ANDF).  Foram distribuídas gratuitamente para crianças em eventos de hqs, escolas e em arredores de shoppings mais de 15 mil cópias dessas hqs. O super herói da vida real encerrou sua carreira no mundo real, mas o personagem das hqs segue sua história. E é só o começo.






No entanto vou abrir aqui um spoiller: A única hq em que vcs verão o GN neste uniforme é essa do Esquadrão Progresso. Após uma visita inusitada o uniforme do GN irá mudar.

Em menor grau, também foram feitas criticas a aparencia e poderes dos personagens Camaleão Ninja, Cão Menor, Capitão Feijoada e Astronorte. Sobre isso quero dizer que a unica semelhança entre o Cão menor e o Flash é o fato de serem velocistas, entre o Homem Aranha e o Camaleão Ninja é a máscara. Estamos felizes pq o lançamento da nossa hq se aproxima, publicaremos ela aos poucos, em partes aqui no blog, todo o seu primeiro capítulo. Os outros dois lançaremos em versão impressa, ou pelo catarse ou sob encomenda, ainda não decidimos. Nós, do Coletivo Inova HQ agradecemos a todos os que tem acompanhado nosso trabalho, na página do facebook, (https://www.facebook.com/inovahq/?fref=ts) ou nos blogs. O nosso muito obrigado. Aguarde pq nos próximos dias vc poderá ler nossas histórias do Esquadrão Progresso. Estamos em contagem regressiva.    














Na vida existem, os que criticam e os que fazem. Nós do coletivo Inova HQ somos dos que fazem.

7 comentários:

  1. Realmente, a fórmula já existe. Mas podemos tentar inventar personagens diferentes com nossos conhecimentos. Tem muita gente que não sabe diferenciar referência, homenagem, inspiração de plágio.

    ResponderExcluir
  2. Pois entao mano véio? criticas construtivas sao sempre bem vindas e com certeza depois de publicarmos muitas virao. Elas sao boas, produzem crescimento. As criticas a que estamos respondendo sao aquelas criticas tacanhas de quem gosta de desqualificar o trabalho dos outros sem nenhum respeito. Usando palavras como: merda, cópia, ordinario, etc. E normalmente sao criticas vindas de quem nao produz nada em quadrinhos. Quem produz critica com respeito, até pq sabe o que custa produzir uma obra.

    ResponderExcluir
  3. ENTãO... ACHO A IDEIA MUITO BOA E VÁLIDA, MAS ACHO QUE O DESENHISTA BRASILEIRO É MUITO AFOBADO NA HORA DE CRIAR UMA PERSONAGEM, PORQUE O CRIADOR TEM DE LEMBRAR QUE SE SUA PERSONAGEM "VINGAR" VAI VIRAR UM ÍCONE, E SÍMBOLO DE ALGUM IDEAL. NA MINHA OPINIÃO, FALTA UM POUCO DE PESQUISA PRA PODER FAZER COM QUE A PERSONAGEM GAUCHO NEGRO TENHA MAIS HAVER COM O NOME. MESMO QUE EM SUA ORIGEM TENHA FATOS RELACIONADOS COM UM MORCEGO, O CRIADOR TEM DE FAZER UMA RELAÇÃO ENTRE O ANIMAL ESCOLHIDO E SEU NOME. ENFIM, ESTOU APENAS DANDO UMA DICA. NÃO CRITICO A PERSONAGEM NEM A HISTÓRIA POIS NÃO AS CONHEÇO, SEMELHANÇAS ACONTECEM É NORMAL, MAS PESQUISAR MAIS PARA DAR UMA BASE TEÓRICA E VEROSSÍMEL DE PESO AO PERSONAGEM FAZ COM QUE TENHA UM GRAU DE ORIGINALIDADE MAIOR. VALEU TUDO DE BOM!!!

    ResponderExcluir
  4. ENTãO... ACHO A IDEIA MUITO BOA E VÁLIDA, MAS ACHO QUE O DESENHISTA BRASILEIRO É MUITO AFOBADO NA HORA DE CRIAR UMA PERSONAGEM, PORQUE O CRIADOR TEM DE LEMBRAR QUE SE SUA PERSONAGEM "VINGAR" VAI VIRAR UM ÍCONE, E SÍMBOLO DE ALGUM IDEAL. NA MINHA OPINIÃO, FALTA UM POUCO DE PESQUISA PRA PODER FAZER COM QUE A PERSONAGEM GAUCHO NEGRO TENHA MAIS HAVER COM O NOME. MESMO QUE EM SUA ORIGEM TENHA FATOS RELACIONADOS COM UM MORCEGO, O CRIADOR TEM DE FAZER UMA RELAÇÃO ENTRE O ANIMAL ESCOLHIDO E SEU NOME. ENFIM, ESTOU APENAS DANDO UMA DICA. NÃO CRITICO A PERSONAGEM NEM A HISTÓRIA POIS NÃO AS CONHEÇO, SEMELHANÇAS ACONTECEM É NORMAL, MAS PESQUISAR MAIS PARA DAR UMA BASE TEÓRICA E VEROSSÍMEL DE PESO AO PERSONAGEM FAZ COM QUE TENHA UM GRAU DE ORIGINALIDADE MAIOR. VALEU TUDO DE BOM!!!

    ResponderExcluir
  5. Interessante você mostrar que há personagens que antecederam o Batman, mas lamento você não comentar que houveram personagens anteriores ao Batman no Brasil Já que fez uma pesquisa tão apurada, porque não encontrou os brasileiros? Não aparecem na pesquisa do google? Não os conhecia? Vou mostrar aqui pra você:
    -o Homem Morcego surgiu em 1937, é um vilão do herói Spot, apareceu em O Tico Tico criado por Osvaldo Storni.
    - muitos anos antes e antes de todos que citou há Zé Povinho, criado no Brasil e publicado em Portugal por Raphael Bordalo em 1875.
    E ambos se parecem ainda mais com o Gaúcho Negro porque também são personagens do estômago avantajado!
    Não deixe de acrescentá-los na sua matéria, o Brasil, nossa História e Cultura, agradecem!

    http://primeirossuperherois.blogspot.com.br/2014/12/ze-povinho-e-homem-morcego-os.html

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente parabéns pela iniciativa. Só é criticado quem faz! Eu sou aspirante a quadrinhista e sei como é complicado produzir uma HQ. Principalmente se esta não for sua atividade principal. É praticamente um parto!!!
    Mas por me interessar por esse universo dos quadrinhos, tenho alguns pensamentos que divergem um pouco das explicações do post. Vou explaná-los aqui, não com a intenção de impor uma verdade, mas simplesmente expor meu ponto de vista para reflexão ou uma possível discussão construtiva.
    Realmente criar um personagem original é muito difícil, mas isso levando em conta o gênero super-heróis. Então, falando que “tudo já foi feito” dá a entender que toda HQ obrigatoriamente tem que ser de super-herói. O que não é verdade! Super-herói é simplesmente um gênero dentre muitos. E realmente nesse gênero é difícil ser original, já que ele existe há muitas décadas. Como HQ é uma arte visual e textual ao mesmo tempo, é muito difícil convencer o leitor, por exemplo, que o camaleão ninja só tem em comum com o Homem-Aranha a máscara, quando ele é desenhado em poses iguais às do Homem-Aranha. Essas poses são a marca visual do homem-aranha, mais até do que o seu tradicional uniforme. Involuntariamente o leitor associa-o com o personagem americano. Outra coisa que agrava mais ainda a situação é que HQs de super-herois estão intimamente ligadas a Marvel e DC na mente das pessoas. Então quando se tem uma HQ desse gênero automaticamente o parâmetro para avaliar a qualidade do produto vai ser a qualidade da Marvel/DC. O quadrinho pode até ser bom, mas se não for próximo do nível Marvel/DC, já dá a impressão de que não é tão boa assim. Em relação ao fato de o batman ser cópia de outros homens-morcego anteriores, é complicado comparar aquela época com hoje em dia. Uma coisa é copiar um personagem que não tinha muita fama, foi muito fácil vender essa cópia. As pessoas não tinham uma imagem tão consolidada dos personagens anteriores. Outra coisa é criar um personagem parecido quando o batman já se tornou, há muito tempo, um dos personagens mais famosos em todo o mundo.
    Quando você diz “Na vida existem os que criticam e os fazem” eu compreendo que você quer dizer que só pode te criticar quem faz HQ (me corrija se a intenção não foi essa, mas é o que dá pra interpretar). Eu também não concordo com esse pensamento, por que pra mim, a crítica mais importante é a do leitor (que na maioria dos casos não produz HQ). Só devemos ignorar essas críticas inúteis como lixo, bosta, etc. (que sempre vai ter, independente da HQ ser boa ou ruim), e vem de pessoas que não teriam coragem de dizer isso pra você pessoalmente. Nesses casos eu acho que quem tem problemas é a pessoa que critica e não a HQ!

    ResponderExcluir
  7. Realmente não os conhecia Rod Gonzalez. Agradeço muito pelo acréscimo de cultura do seu comentário. Da mesma forma agradeço a ti Diego. Realmente fiz meus comentários baseado no mercado de hqs de heróis. Vossos comentários acrescentaram muito. Muito obrigado.

    ResponderExcluir